Nosso trabalho nessa área

Mudança climática, crescimento populacional, perda dos recursos naturais e da biodiversidade são crises ambientais que afetam a bioeconomia. O desenvolvimento de modelos de economia sustentável, que valorizam as florestas em pé e a vegetação nativa, oferecem benefícios tanto para o planeta quando para milhões de pessoas em todo o mundo dependentes da renda e de empregos ambientais e rurais.

Nosso trabalho nessa área tem o objetivo de criar abordagens em prol dos objetivos climáticos e da bioeconomia, contribuindo com políticas públicas e finanças ambientais. Exemplos incluem nossa participação em negociações climáticas, o desenvolvimento de mecanismos que valorizam as florestas em pé, combatem o desmatamento e garantem a resiliência do clima.

Nosso trabalho apoia indivíduos e comunidades quedependem das florestas para sua subsistência, com propostas de intercâmbio de conhecimento, criação de ferramentas comerciais e de mecanismos de mercado.

Foco em alcançar um clima positivo

A mudança climática é um tema transversal no trabalho da BVRio. Todas as nossas iniciativas tem o objetivo de gerar impactos positivos no clima, desde projetos para o uso sustentável do solo, que promovem a proteção das florestas, passando pelo apoio a iniciativas de economia circular, que reduzem emissões dos gases de efeito estufa, até elaboração de políticas climáticas.

Política Climática, Adaptação e Resiliência

A BVRio apoia a criação, operação e promoção de mecanismos financeiros para o manejo florestal sustentável, uso responsável do solo e gestão de resíduos sólidos. Nos últimos dez anos, contribuímos com políticas climáticas de alguns estados brasileiros e continuamos a trabalhar em colaboração com governos regionais e nacionais do Brasil e do mundo.

Com frequência, a BVRio participa nas discussões das políticas climáticas internacionais. Nosso diretor e co-fundador Pedro Moura Costa, é membro de várias organizações para a mitigação das mudanças climáticas, como o VCMI, Oxford Climate Policy e IETA, contribuindo ativamente no desenvolvimento de uma nova arquitetura para os mercados voluntários de carbono.

Parte do grupo BVRio, a Oxford Climate Policy (OCP) fundou a European Capacity Building Initiative (ecbi) para oferecer capacitação contínua aos negociadores do clima. O objetivo é nivelar a capacidade de negociadores de países desenvolvidos e em desenvolvimento, aumentando a efetividade de seus diálogos.

Valorizando as florestas em pé e a madeira legal

O uso sustentável do solo é uma das estratégias mais eficientes e econômicas para a mitigação da mudança climática. As florestas têm a capacidade de capturar uma enorme quantidade de carbono da atmosfera, mas estão sob a ameaça do desmatamento e exploração madeireira. No Brasil, o desmatamento aumentou 20% em 2021 (fonte: MapBiomas). Perdemos 16,5 mil km2 de floresta em 2021, sobretudo na Amazônia, Cerrado e Caatinga, representando 96,2% das perdas.

A BVRio apoia a implementação de atividades de uso sustentável do solo para permitir que os recursos cheguem diretamente à comunidades florestais que fazem um manejo sustentável e responsável das florestas. Por meio de parcerias com organizações como o Forest Stewardship Council (FSC) e pequenas movelarias comunitárias na Amazônia, agregamos valor a produtos madeireiros e fomentamos o intercâmbio de saberes para melhorar o manejo florestal. Criamos também uma plataforma de negociação de Cotas de Reserva Ambiental, para facilitar o cumprimento do Código Florestal Brasileiro.

Atualmente, estamos desenvolvendo o Programa SIMFlor, que será lançado no final deste ano, para promover o cumprimento do Código Florestal, cujo foco inicial será a aquisição de Cotas de Reserva Ambiental (CRAs) para proteger a vegetação nativa em propriedades privadas, reduzindo as emissões de gases de efeito estufa e a perda da biodiversidade decorrentes do desmatamento.

Os fundadores da BVRio são pioneiros na criação de ferramentas e mecanismos para os Mercados Voluntários de Carbono, desde 199, e hoje atraem investidores a financiar atividades que reduzam as emissões de gases de efeito estufa e removam o carbono de nossa atmosfera através dos mercados de carbono.

Iniciativas Atuais

Fundo de Commodities Responsáveis (RCF) – Programa Cerrado 1

Iniciado em Agosto de 2022, o Programa RCF Cerrado 1 é a primeira iniciativa do Fundo de Commodities Responsáveis (Responsible Commodities Facility – RCF). A iniciativa promove a produção e comercialização de soja responsável no Brasil, criando um mecanismo financeiro sustentável para atender à crescente demanda internacional por cadeias produtivas livres de desmatamento.

visite o site

Governança Climática para Rondônia

A BVRio é a parceira executora do Estado de Rondônia neste projeto. Após a conclusão da primeira fase, realizada entre 2018 e 2020, iniciamos em 2022 uma segunda fase para desenvolver agendas públicas e instrumentos participativos para a governança climática do Estado.

Mais informações

European Capacity Building Initiative (ecbi)

Criada pela Oxford Climate Policy, associada à BVRio, a ecbi provê capacitação técnica para negociadores do clima, a fim de nivelar as negociações climáticas internacionais. A iniciativa visa melhorar o entendimento mútuo e criar confiança entre negociadores de países em desenvolvimento e países europeus.

visite o site

Voluntary Carbon Markets Integrity initiative (VCMI)

Pedro Moura Costa, co-fundador e diretor da BVRio, é membro do Conselho Diretor da VCMI, uma iniciativa que trabalha para criar códigos de conduta para o setor e contribuir para a arquitetura dos mercados voluntários de carbono.

visite o site

Iniciativas anteriores

Desde 2012, a BVRio tem desenvolvido mecanismos de mercado, produtos e iniciativas nessa área, contribuído para políticas públicas e firmado parceiras com outras instituições.

Entre em contato com nossa equipe

BETO MESQUITA

Diretor de Florestas e Políticas Públicas (Brasil)

Grace Blackham

Diretora de Uso do Solo e Operações (Reino Unido)

RENATO CASTRO SANTOS

Gerente Comercial - SIMFlor (Brasil)

PEDRO MIGUEL

Gerente de Projetos Florestais e Bioeconomia (Brasil)

Entre em contato